Mais do que moda!

Dando vida a uma roupa

Por Letícia Santana

Dando vida a uma roupa

Nos tempos de globalização da moda e era digital, a indústria gira mais rápido que nunca. Os blogs e sites funcionam como um apuramento de tendências e uma reunião de ideias. O Instagram apresenta a moda de forma visual e instantânea. As revistas trabalham com conceitos, informações e regras. As novelas, séries e filmes criam referências e inspirações. Com essa tamanha profusão de informações sendo operada de modo acelerado e irresponsável, o indivíduo se perde na sua própria essência e deixa de entender o seu real estilo.

Construir um estilo leva tempo. Afinal, é necessário um entendimento de si mesmo muito grande para que, só assim, ele possa ser representado por peças de roupas. E não para por aí! Ao construir uma visão de moda, o estilo ainda precisará passar por uma fase de aprimoramento e ser alinhado ao discurso em que se acredita. Ele é uma identidade visual, uma ferramenta de reconhecimento e fala por si só. Porém, a construção de um estilo torna-se um desafio diante da infinidade de produtos, veículos e redes. Afinal, quanto mais informação de moda, mais desejo de consumo.

Não se pode negar que a era digital trouxe inúmeros benefícios para o mercado. Esse novo tempo democratizou, renovou e transformou a forma que se entende moda. Porém, a maneira que se absorve as tantas informações lançadas diariamente deve ser repensada. Só com um filtro apurado e um radar atento, o desafio de se manter fiel a si mesmo torna-se descomplicado. Mesmo com uma avalanche de referências, o estilo próprio deve ser o suficiente para se expressar sem precisar de palavras. Estilo é segurança e a segurança não pode ser abalada por um mar de obviedades.

Uma peça de roupa não é vestida por alguém. É a peça de roupa que se veste desse alguém. Mesmo com a escala de produção em alta velocidade e milhares peças sendo fabricadas a cada segundo, só o estilo imprimido nessa tal roupa será capaz de diferenciá-la e fazê-la única. Uma peça fora de um corpo é só um tecido. O indivíduo que é o responsável por dar vida e fazer história com ela.

Mais em Borboleta Vintage.
Instagram: @borboletavintage

Foto: Reprodução.

Leia MAIS:

Deixe uma resposta