Mais do que moda!

O agrund.com conversou com a Laura Vicente, formada em Design de Moda e que hoje aos 23 anos é a apresentadora identidade do canal Boomerang.

Por Rafaela Piovezani

Confira um pouco da sua trajetória e as dicas que ela deixou pra vocês!

 

Laura conta um pouco pra gente de como a Moda entrou na sua vida ou você entrou na dela, Rs.

Acho que a Moda entrou mais na minha vida do que eu na dela, desde pequena, eu sempre gostei de customizar (“picotar” – segundo a minha mãe) as peças que eu não usava muito, daí veio a época do vestibular, e a faculdade e quando eu percebi, já estava totalmente envolvida e não consigo largar da Moda! Tenho até uma tatuagem em homenagem à ela…

 

Sendo estudante de Moda  você participou de um reallity, não ganhou o programa mas com isso se tornou a repórter identidade do canal Boomerang no Brasil. Conta um pouco pra gente dessas mudanças.

Desde o ano em que eu participei da Temporada de Moda Capricho, tudo tem sido uma loucura! Eu estudava moda (aliás estava fazendo meu TCC) quando surgiu o convite do Boomerang pra apresentar conteúdo para o Brasil e America Latina, além de participar – agora como repórter – das edições seguintes da Temporada de Moda. E daí em diante foram só experiências maravilhosas! Já entrevistei alguns dos principais nomes da Moda (como Alexandre Herchcovitch, Waldemar Iodice e Érica Palomino) da Música jovem (como Nxzero, Fresno, Restart e Manu Gavassi). Fui pra LA, no tapete vermelho do Teen Choice Awards entrevistar gigantes como Justin Bieber, Tyra Banks, Avril Lavigne e Jason Derulo, fora outras oportunidades incríveis, como conhecer os atores de The Big Bang Theory, passar dois dias com as protagonistas de Pretty Little Liars, esse tipo de coisa assim chata, sabe?

 

Seu trabalho é voltado para os adolescentes, como você encara esse interesse pela moda que cada vez aparece mais cedo neles? Você acredita que isso pode ajudar o mercado da Moda?

Tenho bastante contato com o público jovem e adolescente que se interessa por Moda, eles consomem muita moda e informação de moda, mas vejo como há um déficit no mercado para esse público. São poucas as marcas voltadas para adolescentes, geralmente se encontram roupas para crianças ou adultos mas não o meio termo. O outro aspecto é dessa enorme nova geração de estilistas e profissionais da moda, que estão se formando ou vão se formar, enriquecendo e ampliando o mercado da Moda. Então, vejo os dois lados; como um pode solucionar o outro.

 

Para muitos pré – adolescentes e adolescentes que se interessam pela moda você se tornou um ícone de estilo, comportamento e até mesmo de entusiasmo devido suas conquistas que já comentamos. Como você encara isso, não deixa de ser uma responsabilidade, deu um certo medo? Haha Você já pensava em trabalhar com esse público?

Ai que chique! (Rs) Sim, brincadeiras à parte, há uma grande responsabilidade por trás de tudo isso, na verdade você tem que lembrar que as pessoas se inspiram no que você faz, e que suas atitudes podem influenciar outras – pro bom e pro ruim. Eu tento dar dicas e ajudar essas pessoas à entenderem um pouco sobre o mundo que eu trabalho e vivo, e mostrar pra elas que absolutamente tudo é possível, contanto que você saiba o que está fazendo e onde quer chegar.

 

Ficamos sabendo que você também já atacou de modelo e fotografou para algumas marcas como a Pop Up Store e a Animale, como foi isso?

Os convites da Animale e da Pop Up Store foram super bem vindos, eu amo atacar de modelo e trabalhar com imagem, só me falta ter 1,80m! (Rs) Mas sem problemas, nada que um bom salto não resolva!

 

Gostaríamos que você deixasse alguma dica ou recado para quem está pensando em estudar Moda.

Sempre digo às pessoas que estão pensando em cursar Moda, pra tentar algum curso livre na área que os interessa, descobrir como são as aulas, o que se faz nelas, e esse tipo de coisa, pra ter uma noção do que se vai ver na faculdade. Outra dica é consultar as grades curriculares de cada instituição que você pensa em cursar: uma matéria ou outra pode ser a diferença pra escolher a faculdade.

Quando eu me inscrevi pra cursar Moda, meu pai me deu um livro, que tem muitas dicas, desde como descobrir se é moda mesmo, tipos de tecido, formas e silhuetas, até como executar o seu trabalho de conclusão de curso e como montar seu currículo, ótimo pra quem está estudando. “Fashion Design: Manual do Estilista” da Sue Jenkyn Jones – Editora Cosac Naify.

 

Laura se tiver alguma coisa bacana que não se encaixa nessas perguntas e você quiser nos contar fique à vontade, vamos adorar saber mais!

O meu 2012 tem muita novidade profissionalmente falando, pra começar vou lançar uma marca de e-commerce de moda feminina e masculina que terá o meu nome – Laura Vicente, com um toque do que eu acho que falta na moda brasileira. É o que eu posso contar por enquanto, stay tunned!

Twitter: @lauravicente

Facebook: www.facebook.com/lauravicenteoficial

Instagram: @lauravicente

YouTube: lahvicente

Blog: www.umpoucodeacucar.com.br

 

Imagens: Reprodução.

 

 

Leia MAIS:

3 Comentários

  1. Laura, sua linda! <3

  2. Laura linda !

  3. Ana Carmen /

    Laira, vc é muito linda! Parabens!

Deixe uma resposta